Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

Estudo nos EUA abre a porta para a cura de um tipo de leucemia

Um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, feito em ratos, identificou que a combinação de dois remédios inibidores de tirosina quinase pode curarleucemia mielóide crônica e baratear os custos do tratamento.

 

leucemia mielóide crônica (LMC) é um tipo de câncer que começa em certas células produtoras de sangue da medula óssea e que afeta cerca de 20% dos pacientes diagnosticados com leucemia.

 

Um estudo do Centro Oncológico MD Anderson, da Universidade do Texas, situado em Houston, publicado nesta quarta-feira na revista "Science Translational Medicine" abriu a porta para curar este tipo de câncer, cujo tratamento atual não consegue erradicar totalmente as células malignas.

 

De acordo com os pesquisadores, a combinação do inibidor de enzima da tirosina quinase Bcr-Abl e outro remédio inibidor conhecido como venetoclax (BCL-2) demonstrou uma "resposta encorajadora" nos ratos e taxas de cura tanto para a fase crônica da doença como para a fase terminal.

 

"O inibidor Bcr-Abl, o tratamento padrão atual, permite para muitos pacientes uma remissão, mas não erradica totalmente as células cancerígenas. Em alguns pacientes, o câncer volta de uma forma intratável e representa sua morte em semanas ou meses", apontam as conclusões desse estudo.

 

Como as células cancerosas não são completamente erradicadas, os pacientes devem continuar se medicando com Bcr-Abl para o resto de suas vidas com o objetivo de evitar que a doença recorra em sua fase terminal.

 

Nos EUA, esse tratamento tem um custo de US$ 100 mil anuais e muitos pacientes não podem pagar.

 

"Nosso estudo em ratos mostrou que a combinação Bcl-2 e Bcr-Abl tem potencial para curar a leucemia mielóide crônica e melhorar os resultados para os pacientes", afirmou o professor Michael Andreeff, que liderou a pesquisa ao lado do seu colega Bing Carter.

 

Carter, por sua vez, disse que os tratamentos de longa duração com Bcr-Abl "tem um custo alto tanto em efeitos colaterais como financeiramente" por isso, a combinação com Bcl-2 "pode ser uma solução" para os doentes.

 

 

Fonte: Terra

 

 

 

Certificados

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

Hospedagem Voluntária

hostgator