Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

Inglês com câncer terminal chega ao topo do Everest e exibe bandeira de time rival

Ian Toothill exibe uma bandeira do Sheffield United no topo do Everest

everest topo

O britânico Ian Toothill mostrou força de vontade para atingir um feito impressionante na segunda-feira: paciente com câncer terminal, ele chegou ao topo do Monte Everest, a maior montanha do mundo com 8,8 mil metros de altitude. Dando um tom ainda extraordinário à façanha, Toothill exibiu no pico do Everest uma bandeira do Sheffield United, arquirrival do time pelo qual torce, o Sheffield Wednesday.

Natural de Sheffield, uma das cidades mais populosas da Inglaterra, Toothill tem 47 anos e decidiu hastear a bandeira do rival Sheffield United no topo do Everest após um amigo, torcedor do time em questão, doar 1000 libras à instituição Macmillan de Suporte ao Câncer. A empreitada de Toothill, por sinal, foi destinada justamente a arrecadar fundos para a instituição. A ideia é levantar 220 mil libras.

Toothill, que se define como "a primeira pessoa com câncer a escalar o Everest", foi diagnosticado com a doença em junho de 2015. À época, médicos deram a ele entre quatro meses e dois anos de vida. Ele começou a escalar a montanha, na cordilheira do Himalaia, em abril deste ano, depois de levantar 30 mil libras para custear a empreitada, e atingiu o topo nesta segunda-feira (7).

"Quero inspirar qualquer um que vive com câncer a sair e fazer aquela coisa especial que sempre desejou. É claro que pode não ser escalar uma montanha. Poderia ser terminar aquele livro que você sempre disse que iria escrever, aprender uma nova habilidade ou fazer aquela viagem dos sonhos", escreveu Toothill no site da campanha, onde podem ser feitas as doações.

Por enquanto, segundo o site "Just Giving", a campanha de Toothill arrecadou pouco mais de 5 mil libras para o combate ao câncer.

 

Fonte: O Globo

Certificados

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

Hospedagem Voluntária

hostgator