Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

Camila Mariana Costa Fonseca

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Sempre sonhei em ser "mãe”. Em 2013, 3 após acompanhar a luta da minha mãe contra um câncer de pâncreas e, infelizmente, seu falecimento, descobri que estava grávida. Entendi que Deus estava nos mostrando que a vida deve seguir, mesmo após a morte de alguém tão importante. Eu e meu noivo decidimos agilizar o casamento, uma vez que a data pré estabelecida seria Maio de 2014 e com a gravidez esta seria a provável data do parto. No meio da organização apareceu um "caroço" no meu queixo e meu pescoço começou a incomodar. Após tratar do caroço como "espinha" por mais de 1 mês veio o diagnóstico: Linfoma Não-Hodgkin. De cara falei com o meu médico e meu marido que não faria tratamento, sonhava em ser mãe e queria realizar este sonho, depois do parto veríamos como resolveríamos a situação. O médico disse que eu não tinha esta opção, ou fazia a quimioterapia ou morreria eu e o bebê. Optei por escutar o médico e fazer o tratamento. A certeza do diagnóstico chegou na segunda-feira, casei no civil na quarta e no sábado entrei na igreja, linda, feliz e com a barrinha apontando, realizei o sonho de casar com o homem da minha vida, meu companheiro em todos os momentos. Na segunda-feira seguinte estava na clínica fazendo quimioterapia. Fiz 6 ciclos, não enjoei, não senti muitos efeitos colaterais, tive o apoio do meu marido que não "arredou o pé" do meu lado, da minha família que lutou junto conosco, dos amigos que rezaram e mandaram energias positivas. Fiquei linda careca. Meu anjo Miguel nasceu, saudável e perfeito, em maio ele irá completar 2 anos... 2 anos que realizei meu sonho de ser mãe... 2 anos que tive a certeza que Deus existe.

Certificados

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

Hospedagem Voluntária

hostgator