Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

qualidade de vida

Data de criação: 17 Março 2016 Last modified on 28 Abril 2016

Boa alimentação

 

alimentos1Os efeitos colaterais do tratamento contra o câncer atrapalham a ingestão de uma série de alimentos, e a alimentação rica e balanceada é fundamental no apoio ao tratamento. Mas que alimentos são os mais adequados? Quais as normas de higiene para manuseá-los? Essas são algumas perguntas feitas pelos pacientes.

Aqui, colocaremos algumas dicas que irão te ajudar neste momento, mas é importante salientar que o nutricionista, com foco no tratamento oncológico, é o profissional responsável por indicar qual a melhor dieta. Converse com o médico e veja se em seu centro de tratamento este serviço está disponível.

 

Alimentos contra os efeitos colaterais

Náuseas, vômitos e modificações no trânsito intestinal (tanto diarreia quanto intestino preso) podem ocorrer durante o tratamento oncológico. Além disso, alguns medicamentos alteram o paladar, o que causa menos apetite.

Contra náuseas e vômitos:

Prefira alimentos frios ou gelados, como sorvetes, milk-shakes, vitaminas, frutas e saladas

Diminua ou evite o uso de temperos fortes na preparação dos alimentos

Faça as refeições em ambientes calmos e coma pequenas porções várias vezes ao dia

Contra a diarreia:

Aumente a ingestão de líquidos, como água, chá, suco e água de coco

Evite alimentos laxativos, como doces concentrados, leite de vaca, creme de leite, manteiga, queijos, verduras, cereais e pães integrais, além de frutas como mamão, laranja, uva e ameixa preta

Contra a obstipação (prisão de ventre):

Evite o consumo de cereais refinados (arroz branco, farinha de trigo refinada, fubá, semolina, maisena, polvilho)

Substitua alimentos pobres em fibras por alimentos ricos nesse nutriente (ex.: feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja, arroz integral, linhaça, aveia, cevada, milho, trigo, pães e biscoitos integrais, cereais matinais, agrião, alface, abóbora, abobrinha, aipo, aspargos, beterraba, bró- colis, couve, acelga, batata-doce, rúcula, escarola, erva-doce, espinafre, repolho, salsa, cebolinha, cebola, cenoura crua, couve-flor, nabo, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, tomate cru, vagem, abacaxi, ameixa, amora, banana, caju, cereja fresca, coco, damasco seco, figo, goiaba, kiwi, laranja com o bagaço, maçã com casca, manga, maracujá, mamão, melancia, melão, tangerina, morango, nectarina, pera com casca, pêssego com casca, tâmara, uva fresca e passa)

Para maior benefício, consuma esses alimentos durante o dia, acompanhados de no mínimo dois litros de líquidos

Para evitar a flatulência (formação excessiva de gases), que pode ocorrer com o aumento súbito de fibras na dieta, aumente esse consumo gradativamente

Inclua na sua alimentação leites fermentados ou suplementos contendo probióticos (ex.: lactobacilos)

Receita de Pudim de SorveteContra a mucosite:

Evite alimentos picantes e salgados com temperos fortes e alimentos ácidos (ex.: limão, laranja pera, morango, maracujá, abacaxi e kiwi)

Consuma preferencialmente alimentos macios ou pastosos (ex.: creme de espinafre, milho, purês, pães macios, sorvetes, flans, pudins e gelatinas) 

Contra a xerostomia (boca seca):

Procure mascar chicletes e chupar balas

Beba líquidos em abundância (ex.: água, chá, suco, sopa)

Aumente a ingestão de alimentos ácidos e cítricos

Acrescente molhos e caldos nas preparações salgadas

Evite alimentos ricos em sal

Chupe cubos de gelo ao longo do dia

Utilize pomadas industrializadas (“salivas artificiais”) antes das refeições

 

Higienização dos alimentos

Durante o tratamento, o paciente costuma ficar com a imunidade bastante baixa, e sem as precauções necessárias, pode vir a contrair infecções. Portanto, há um importante cuidado a ser tomado na alimentação de pacientes com câncer: todos os alimentos devem ser armazenados, preparados e servidos de maneira adequada.

A higienização e o cuidado com todas as etapas antes da ingestão de um alimento são fundamentais para evitar infecções alimentares e outros problemas relacionados à contaminação em um momento tão sensível.

Coma carnes sempre bem cozidas (bem passadas), para que não reste nenhuma parte crua ou mesmo rosada

Descongele as carnes vermelhas, peixes ou aves na geladeira ou no micro-ondas, nunca em temperatura ambiente

Não deixe alimentos perecíveis fora da geladeira por mais de duas horas

Não deixe os alimentos com ovos, cremes ou à base de maionese fora da geladeira por mais de uma hora

Divida grandes quantidades de alimentos em pequenas porções e guarde em potes rasos. Deixe na geladeira somente o alimento que for consumir nos próximos dois ou três dias e congele o restante

Lave bem as frutas e vegetais em água corrente, e retire todas as áreas “machucadas” e estragadas dos vegetais

Lave a embalagem dos alimentos (como enlatados) antes de abrir

Não use o talher da preparação do alimento para provar o tempero

Não prove alimentos com cheiro de azedo ou estragado

Cozinhe os ovos até a clara estar completamente dura, e a gema, espessa

 

Água, a fonte da vida

aguaPesquisas apontam que o câncer é causado por, entre outros fatores, acúmulo de toxinas. Sendo assim, tomar muita água não só previne o aparecimento de tumores como também ajuda no tratamento. É raríssimo que um indivíduo em terapia tenha que regular a quantidade de água ingerida. Quanto mais, melhor.

Posso tomar qualquer tipo de água?

Pois é, não é toda água que o paciente em tratamento do câncer pode beber. A água que vem da torneira, por exemplo, pode não ser muito adequada, já que contém produtos, como o cloro, que é tóxico e pode causar reações no organismo. O ideal é tomar a água mineral, aquela que vem na garrafinha, ou água filtrada, processo realizado por diversos aparelhos acessíveis a todos.

 

Ao comprar um alimento, todo cuidado é pouco

• Checar a data de fabricação e validade do produto, principalmente carnes, ovos e peixes

 Observe o odor, presença de insetos ou corpos estranhos nas embalagens danificadas e estufadas

• Selecione os vegetais e frutas mais frescas, sem áreas amassadas

• Evite salgadinhos e sobremesas não refrigeradas

• Evite estocar alimentos por longo tempo

 

Comitê de Nutrição Abrale

É constituído por nutricionistas com experiência na área de Onco-Hematologia, que objetivam trabalhar por um melhor atendimento oncológico no país, no que diz respeito à promoção da saúde do paciente e à alimentação saudável e correta no pré e pós tratamento. Os membros que compõem este Comitê também ajudam na divulgação de informações e elaboração de materiais didáticos.

 

Certificados

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

Hospedagem Voluntária

hostgator