Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Cuide da sua pele

  

Cuide De Sua Pele
Ela fica prejudicada com os tratamentos contra o câncer. Mas o uso de produtos adequados e alguns cuidados ajudam a deixá-la mais bonita e saudável

Ela fica prejudicada com os tratamentos contra o câncer. Mas o uso de produtos adequados e alguns cuidados ajudam a deixá-la mais bonita e saudável

Não tem jeito: a quimioterapia e a radioterapia, que são os tratamentos mais eficazes contra os cânceres do sangue, causam uma série de efeitos colaterais enquanto fazem o seu trabalho de combater a doença. E a pele dos pacientes é uma das áreas que mais sofrem com esses efeitos. “A quimio pode desencadear uma série de problemas na pele, como o ressecamento, reações alérgicas, fissuras nas pontas dos dedos, mudança da coloração, erupções em forma de acne e queda de cabelo. Já a radioterapia provoca uma reação inflamatória importante na área irradiada, deixando o local muito sensível e predisposto a lesões degenerativas ao longo dos anos que se seguirem”, explica a dermatologista Celina Ponte, que atua na Corium Dermatologia, em São Paulo.

Segunda ela, todas essas manifestações podem acontecer em menor ou maior intensidade e, por isso, todo o cuidado com a pele nesse período é essencial. “O importante é mantê-la sempre hidratada e protegida”.

PORTA DE ENTRADA

A dermatologista lembra que geralmente esses pacientes já estão com o organismo em situação de baixa imunidade, por causa da própria doença ou das medicações fortes e, portanto, são pessoas mais susceptíveis a infecções secundárias. “ A pele pode ser uma porta de entrada para essas infecções por meio de fungos, bactérias ou vírus”, diz a dra. Celina, que aconselha como primeiro e principal cuidado, o uso de filtro solar com alto fator protetor. “Quanto mais sensibilizada e menos protegida a pele estiver, maior é a chance de ocorrerem reações alérgicas, manifestações hemorrágicas e até alterações da cor”.

SEM IRRITAÇÃO 

Por isso é tão importante o uso, durante esses tratamentos, dos chamados produtos neutros, “aqueles que contêm ingredientes ativos que não causam nenhum tipo de irritação para a maioria da população e têm a principal finalidade de hidratar a pele”, explica a dermatologista.

Há muitas opções desse tipo de produto no mercado, a maioria feita por marcas especializadas em dermatológicos. Mas a escolha de quais usar deve ser feita apenas após a indicação de um médico dermatologista, que vai receitar os cremes mais apropriados para a condição da pele do paciente naquele momento, levando em consideração o tratamento ao qual está sendo submetido. Isso porque, explica Dra. Celina, os princípios ativos desses produtos neutros e suas ações são bastante variadas, e a indicação, ou não, vai depender completamente do tipo de medicação que o paciente estiver recebendo.

RECOMENDAÇÕES BÁSICAS 

“Se a pele ficar ressacada, por exemplo, será preciso evitar ácidos, esfoliantes e sabonetes que tirem a oleosidade. Mas se, por outro lado, houver erupção em forma de acne, os ácidos podem ser recomendados, associados a antibióticos de uso local”. Ou seja: se você está iniciando agora um desses tratamentos, o primeiro conselho é procurar por um especialista, que irá ajudá-lo a saber exatamente o que sua pele precisa. Depois, sim, é de ir às compras dos produtos neutros mais indicados para o seu caso.

O QUE USAR

  • Shampoo/Condicionador: os shampoos sem sal costumam ser menos agressivos para os cabelos. Se estiver carequinha, procure sempre passar protetor solar e proteger a região com lenços, por exemplo.
  • Sabonete: sabonetes para bebês são os mais indicados durante o tratamento.
  • Hidratante para o corpo: procure utilizar hidratantes neutros e sem álcool.
  • Maquiagens: se a pele estiver muito ressacada, procure utilizar produtos em gel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *