Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Graviola contra o câncer

  

Imagem Graviola
Estudos mostram que as propriedades da fruta podem ser benéficas aos pacientes com linfoma

Estudos mostram que as propriedades da fruta podem ser benéficas aos pacientes com linfoma

Por Tatiane Mota

Não é de hoje que determinados alimentos são vistos como mocinhos ou vilões na luta contra o câncer. E a graviola é um deles. Alguns dizem que ela pode ser muito prejudicial aos pacientes em tratamento. Outros, discordam dessa constatação.

Para tirar as dúvidas de uma vez por todas, convidamos a nutricionista Juliana Nabarrete, do Comitê de Nutrição da Abrale, para falar sobre esta fruta proveniente das regiões norte e nordeste do país.

Revista Abrale  Quais as propriedades da graviola?

Juliana Nabarrete: A graviola é uma fruta de sabor agridoce e aroma único. É rica em magnésio, cálcio, potássio, fibras, vitaminas do complexo B, vitamina C, manganês, zinco, ferro, fósforo, sódio, cobre, entre outros.

Revista Abrale – Como ela pode ser consumida? 

Juliana Nabarrete: Recomendamos o consumo de frutas na sua forma in natura, sem casca e sem sementes. É preciso acertar na escolha da fruta, optando sempre pelas unidades que estiverem mais macias e evitando aquelas com a casca preta ou rachada. A graviola pode ser utilizada em preparo de sucos, doces e sorvetes. Suas folhas possuem as mesmas fontes nutricionais que a polpa. Você pode utilizá-las para preparar um chá, ajudando no tratamento e prevenção de artrite, problemas no aparelho digestivo, hipertensão, entre outros. Porém, a sua ingestão é contraindicada às grávidas devido aos efeitos na pressão arterial. Já a capsula, que contém o extrato de graviola, é mais comum em regiões onde a fruta não é facilmente encontrada, e as pessoas podem aproveitar os seus benefícios por meio da suplementação. Porém, deve-se somente consumir com recomendação de uma nutricionista ou médico.

Revista Abrale – Ela pode ser usada para tratar problemas de saúde?

Juliana Nabarrete: O seu consumo é recomendado em casos de prisão de ventre, diabetes e obesidade. Pode ter ação anti-microbiana e fúngicas e de regulação da pressão arterial. O seu nome científico é Annona muricata L e o extrato de suas folhas é muito estudado no tratamento do câncer. Desde 1970, estudos americanos e coreanos realizados in vitro demonstraram que um conjunto de ativos fitoquímicos chamado Acetogenina, presente na folha da graviola, “matam” células malignas de 12 tipos diferentes de câncer, incluindo câncer de mama, ovário, cólon, próstata, fígado, pulmão, pâncreas e linfoma. Quando comparada a ação da adriamicina, a toxicidade às células saudáveis do organismo é bem abaixo, o que resulta em poucos efeitos colaterais. O órgão americano de regulamentação de alimentos e medicamentos – Food and Drug Administration – FDA, aprova somente a utilização da graviola como um coadjuvante no tratamento na melhora da função imunológica.

Revista Abrale – É verdade que o chá de graviola pode fazer muito mal aos pacientes que têm câncer?

Juliana Nabarrete: Algumas pessoas acabam extrapolando no consumo do chá durante o tratamento e certas substâncias podem ser tóxicas para rins e fígado, e podem comprometer a absorção e a eficácia dos quimioterápicos.

Revista Abrale – Então o uso da graviola está liberado para os pacientes em tratamento?

Juliana Nabarrete: Como outros diversos alimentos, a graviola deve fazer parte de uma alimentação equilibrada. Seja ela in natura, como parte de uma receita ou em forma de suco para o paciente oncológico. Sua utilização como medicamento natural ainda tem que ser estudada com maior abrangência na população.

Receitas

SUCO DE GRAVIOLA COM LIMÃO

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

  • 1 graviola (média)
  • 1 litro de água
  • Raspas de 1 limão

Modo de fazer

Retire a polpa da graviola, sem as sementes, e bata no liquidificador. Peneire bem, volte o suco para o liquidificador, adicione as raspas de limão e bata novamente por alguns segundos. Adoce a gosto e acrescente gelo.

SORVETE DE GRAVIOLA

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

  • 400 g de polpa de graviola
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 1 colher (sopa) de raspas de limão siciliano

Modo de fazer

Coloque a polpa de graviola e o leite condensado no liquidificador e bata bem.

Adicione o creme de leite e bata mais uns minutos.

Coloque a polpa batida numa vasilha plástica, acrescente a raspa de limão e misture bem.

Tampe e leve ao congelador por uma hora.

Bata mais uma vez no liquidificador e leve de volta ao congelador por mais meia hora. Sirva-se.

1
Deixe um comentário

1 Comentários da postagem
0 Respostas da postagem
0 Pessoas acompanhando a postagem
 
Comentário mais com mais reações
Comentário mais relevante
1 Comentários de autores
  Receba um aviso sobre comentários nessa notícia  
recentes antigos
Me avise quando
Juan Carlos Colazo

Muito útil, gostaria de receber mais recomendações e receitas, estou tratando mieloma múltiplo…