Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Sem medo dos corticoides

Imagem Corticoides
Como lidar com os efeitos colaterais da medicação tão utilizada no tratamento do câncer

Como lidar com os efeitos colaterais da medicação tão utilizada no tratamento do câncer

Por Tatiane Mota

Os corticoides são velhos conhecidos dos pacientes com câncer, já que além de fazerem parte da maioria dos protocolos de tratamento, eles também causam efeitos colaterais bem chatos. E então vem a pergunta: eles são mocinhos ou vilões na luta contra o câncer?

Também chamados de corticoesteroides, cortisona ou cortisol, os corticoides têm importante ação anti-inflamatória e são muito utilizados em reações alérgicas, artrite e também no tratamento oncológico. São vários os tipos, como cremes e loções, sprays, comprimidos e até injetáveis.

Alguns tipos de câncer são estimulados por substâncias produzidas nos processos inflamatórios, e estes medicamentos terão papel fundamental para inibir e controlar o crescimento das células doentes.

Mas, como qualquer outra medicação, eles podem causar efeitos adversos, principalmente quando utilizados em doses altas.

“Os corticoides são de extrema utilidade quando bem empregados em várias especialidades médicas, em especial como efeito imunossupressor e anti-inflamatório. Mas é importante avaliarmos sempre a relação benefício/toxicidade com seu uso. Ressalto que quando não há mais benefícios, deve-se evitar o uso continuado”, explicou o Dr. Phillip Scheinberg, chefe de hematologia clínica do Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Para aqueles que utilizam estes medicamentos por longos períodos de tempo, os principais efeitos colaterais são cansaço, aumento dos níveis de açúcar no sangue, diminuição das defesas corporais, agitação, insônia e dor de cabeça. Mas é o sobrepeso que mais incomoda os pacientes. Alguns chegam a ganhar 20kg durante o tratamento.

“O uso prolongado de corticoide causa retenção de líquido em nosso organismo, devido a alteração na eliminação de sódio, o que leva ao inchaço neste paciente. Como estes medicamentos também podem causar aumento de apetite, isso pode resultar em ganho de peso indesejado”, diz Dr. Phillip.

Não quero mais ganhar peso. Vou parar o tratamento!

Definitivamente, essa não é a melhor opção. Interromper o uso de corticoides pode atrapalhar todo o andamento terapêutico e prejudicar os bons resultados já conquistados. Infelizmente, ainda não é possível evitar que o inchaço aconteça durante o uso destes medicamentos, mas com uma alimentação adequada é possível evitar que o ganho de peso seja tão elevado.

Isso é o que diz Carlos Basualdo, membro do Comitê de Nutrição da Abrale. “É importante estar consciente e evitar que os alimentos possam interferir durante o tratamento com corticoides. Neste momento, é importante evitar o consumo de açúcar, doces, carboidratos em excesso e uso elevado de sódio, muito comum em alimentos industrializados. Opte por comidas frescas, sem gordura, e tome bastante água”, comenta Carlos.

Chás de hibisco, cidreira, menta e gengibre, e sucos naturais, de frutas que não contenham muito açúcar são excelentes opções para combater a retenção de líquidos, de acordo com o nutricionista.

Se você está em uso dos corticoides e sentiu que ganhou uns quilinhos a mais, veja algumas receitas que podem te ajudar durante este processo:


Suco anti-inchaço

Ingredientes
– 5 limões
– 1 pera
– 1 colher (chá) de caldo de gengibre (para obter apenas o caldo, basta ralar o gengibre e depois espremer com apoio de um pano limpo e seco)
– Adoçante: stevia ou sucralose (a gosto)

Modo de preparo
– Em um espremedor de frutas, esprema os limões. Reserve
– Bata no liquidificador a pera, o suco dos limões, 500 ml de água e o caldo do gengibre
– Coe, adoce e sirva gelado. Pode também ser congelado e usado em cubos de gelo e/ou formato de picolé

Rendimento
3 copos de 300 ml

 

Wrap de Frango desfiado

Ingredientes
– 1 xícara de frango desfiado desfiado (100g)
– 1 massinha de wrap ou pão sírio integral
– 1 punhado de rúcula ou alface americana bem lavadas
– 1 colher de sopa de cream cheese ou hommus

Modo de preparo
– Espalhe o cream cheese ou hommus sobre o disco, coloque a rúcula e o frango desfiado. Enrole e bom apetite!

Publicação possuí 8 comentários
  1. Muito boas estas informações faço uso do corticoide desde criança pois tenho asma e quando passei pela quimioterapia usei bastante corticoide injetável. Mas Deu tudo certo. Não engordei quase nada é sempre estou em uso .

    1. Eliane, os corticoides realmente tem como efeito colateral o inchaço. Nesta matéria colocamos algumas dicas de alimentação que podem te ajudar. Também oferecemos atendimento nutricional gratuito, então se precisar entre em contato com a gente! 0800 773 9973 ou abrale@abrale.org.br

  2. Faço uso de corticóides,desde que comecei o tratamento com quimioterapia.
    Já engordei 15 quilos e me vejo muito inchada isso me incomoda muito,e sinto muita fome.

  3. Estou com cis (Síndrome clínica Isolada)e para prevenção de um EM, esclerose múltipla o doutor me recomendou usar corticoide 20mg, 3 durante 15 dias e depoiis ir diminuído o tratamento vai durar cerca de 3 meses.o que posso fazer pra conter o efeito o tentar amenizar?

    1. Marilza, uma importante opção para ajudar a amenizar os efeitos colaterais é a nutrição. Alguns alimentos ajudam na prevenção de retenção de líquidos, por isso procure conversar com um nutricionista de seu centro de tratamento. Obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*