Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Sistema Único de Saúde (SUS) pede socorro

  

Médico
O sistema público de saúde precisa de ajuda, assim como as milhares de pessoas que aguardam por seu tratamento

O sistema público de saúde precisa de ajuda, assim como as milhares de pessoas que aguardam por seu tratamento

Por Michele Oliveira, assistente social da Abrale

Devido à forte crise econômica vivenciada em nosso país, muitos deixaram de usar planos de saúde. Com isso, cerca de 9 milhões de pessoas passaram a utilizar o Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos dois anos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O repasse de verbas para a saúde tem sido escasso, ocasionando hospitais super lotados, falta de leitos, alimentação, equipamentos, profissionais, remédios e de insumos básicos. As unidades que ainda encontram-se abertas estão em situação de calamidade, fechando as portas e deixando de receber novos pacientes.

Esse cenário contribui com o desmonte do SUS em todas as regiões do Brasil. O retrocesso na saúde vem modificando os fluxos de atendimentos e preconizando cada vez mais o tratamento aos pacientes, o que interfere nos meios de relações sociais onde são inseridos e faz com que os usuários se sintam culpados por não disporem de recursos para custear o próprio tratamento.

Temos nos deparado cotidianamente com situações de extremo descaso e violação dos direitos.  Cabe a nós, profissionais, criarmos estratégias e assim possibilitar a efetivação dos direitos inerentes, sempre pautados em nosso projeto ético-político. Nele somos norteados para ter a possibilidade de escolher alternativas concretas e ter um compromisso com a autonomia, emancipação e a plena expansão dos indivíduos.

Sabemos que por diversas vezes nos vemos pressionados pelos usuários ou pelos familiares a tomar uma providência imediata para que seu atendimento possa ser garantido, não importando de qual forma seja. Mas é importante lembrar que algumas questões extrapolam os limites de nossas ações. Nesse momento, o profissional precisa compreender a situação que lhe é apresentada e articular outras redes para que as demandas sejam respondidas, ainda que não em sua totalidade.

Sei que ainda vamos vivenciar batalhas constantes em nossa trajetória profissional, mas trabalho incessantemente para que possamos sempre expandir nossas lutas e ir além das situações adversas que nos são impostas.

Se estiver enfrentando problemas em seu tratamento, entre em contato com a equipe de Apoio ao Paciente Abrale. Estamos aqui para ajudá-lo! apoioaopaciente@abrale.org.br

Deixe um comentário

  Receba um aviso sobre comentários nessa notícia  
Me avise quando