Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

“Sonhar é acordar-se para dentro”

  

Imagem Sonhar
Como bem disse Mario Quintana, sonhar e fazer planos futuros ajuda a enxergar a nós mesmos, além de dar forças para enfrentar os desafios impostos pela vida

Como bem disse Mario Quintana, sonhar e fazer planos futuros ajuda a enxergar a nós mesmos, além de dar forças para enfrentar os desafios impostos pela vida

Por Mariana Cavalcante

Psicóloga da Abrale

Este é um momento de reflexão. Ao longo do ano, todos passamos por episódios bons, como nos divertirmos em festas, encontrarmos aquele amigo especial, termos bons resultados no trabalho ou até mesmo recebermos uma surpresa. Os momentos difíceis também são parte da vida, mas é preciso aprender a lidar com eles.

A notícia do diagnóstico de um câncer abala emocionalmente e traz a sensação de perda, tristeza, medo e dúvida frente ao futuro. É recorrente aos pacientes, principalmente nos primeiros meses de diagnóstico e tratamento, relatos como “não consigo planejar o futuro, já não consigo mais sonhar”. A notícia do câncer definitivamente é uma experiência traumática para muitos e pode ocasionar transformações em todos os aspectos, até mesmo nos sonhos e planos projetados.

Neste momento será preciso olhar para si e fazer um balanço do que se deseja. Fazer planos e sonhar com novas etapas e momentos move o ser humano a buscar cada vez mais novidades, desejos e forças para a vida. E esse movimento é extremamente saudável e preciso.

Claro que sentir-se confuso, desmotivado e sem ânimo para sonhar pode ser considerado normal ao descobrir um câncer, mas é importante olhar para si e buscar refletir sobre quais sonhos você pode projetar a partir deste momento.

Alguns projetos de vida e sonhos podem ser adaptados à realidade que a doença traz ou até mesmo ser postergados, mas não abandonados. É importante ter esperança, motivação e felicidade até para obter bons resultados no tratamento.

Se estiver difícil de planejar algo a longo prazo, faça o exercício de preparar novas metas para o dia seguinte ou para a próxima semana. Pequenos passos também fortalecem o indivíduo a buscar o planejamento de algo maior.

O familiar tem papel importante neste caminho, e pode encorajar o paciente a buscar por novos planos. Contar com o apoio de um profissional de psicologia também pode ser uma importante alternativa quando sentir que os planos estão ficando para trás.

Lute por seus sonhos! Já tem planos para 2018? Conte para nós pelo psicologia@abrale.org.br. Se precisar de apoio psicológico, estou à disposição!

Deixe um comentário

  Receba um aviso sobre comentários nessa notícia  
Me avise quando