Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

Bleomicina está em falta

shutterstock 702067336

 

Medicamento é parte de um dos protocolos mais utilizados no tratamento do linfoma de Hodgkin

 

A Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) vem recebendo constantes relatos de pacientes e médicos sobre desabastecimento de medicamentos que contém o produto Sulfato de Bleomicina, importante fármaco utilizado no tratamento de linfomas.  
 
A situação já vem se arrastando desde o final de 2017, quando entramos em contato com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pela primeira vez para entendermos a situação, e recebemos a resposta abaixo:
 
"Em atenção a sua solicitação, informamos que foram vários pontos identificados como insatisfatório no relatório de inspeção e por isso a Anvisa decidiu suspender o produto. Em relação a pacientes que utilizaram o produto orientamos que entrem em contato com o médico responsável para substituição do produto (com prescrição de uma alternativa terapêutica) com suspensão do uso do medicamento suspeito e informar caso tenham percebido alguma reação não usual."
 
Como desde então o uso do medicamento não foi normalizado no país, continuamos cobrando não só a Anvisa, mas também o Ministério da Saúde, sobre as medidas que estão, ou não, sendo tomadas para a regularização do seu fornecimento aos pacientes no país, afinal, sabemos da urgência deste caso. 
 
Ainda não obtivemos novas respostas, mas continuamos atuando junto aos órgãos responsáveis para que todos tenham acesso aos seus direitos e aos melhores tratamentos disponíveis. 
 
E se você é paciente ou conhece alguém em tratamento de linfoma que está passando por este problema, entre em contato conosco! É muito importante ouvirmos sua história. 0800 773 9973 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 
Fonte: Abrale

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

logo rodape parceria social v02