Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

doacao de sangue

Data de criação: 31 Março 2020

DOE SANGUE!

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o coronavírus como uma pandemia em todo o mundo. Os governantes brasileiros pedem para que a população fique em casa, pois este é um vírus que se espalha rápido e a infecção respiratória causada pela COVID-19 pode ser muito perigosa para idosos, pessoas com problemas cardíacos ou pulmonares. Com isso, os estoques de sangue dos hemocentros de todo o Brasil estão muito abaixo do normal. Essa é uma situação preocupante, já que milhares de pacientes com talassemia e em tratamento de alguns tipos de câncer precisam receber transfusões sanguíneas para sobreviver. Está em suas mãos mudar essa situação! É possível doar sangue, mesmo neste momento tão difícil. Você só precisa:

  • Ligar no hemocentro ou ponto de coleta mais próximo agendar um melhor horário, para evitar aglomerações. Veja a lista completa em: www.eudousangue.com.br/onde-doar/
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. Menores de 18 anos anos é necessário o consentimento dos responsáveis. O modelo estará disponível no hemocentro.
  • Pesar mais de 50kg.
  • Levar documento de identidade original, com foto recente.

Importante! Se estiver gripado, resfriado ou com suspeita da COVID-19, não doar sangue temporariamente. Candidatos que apresentaram infecção pelo COVID-19 são considerados inaptos por um período de 90 dias, após recuperação clínica completa (assintomáticos). Candidatos que tenham tido contato direto (domiciliar ou profissional) com casos suspeitos ou confirmados de contaminação por Coronavirus devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue. Profissionais da saúde (médicos, enfermeiros entre outros) que tenham contato direto (domiciliar ou profissional) com pacientes devem aguardar 14 dias após o último dia de contato, para realizar a doação de sangue.

Cuidados especiais para o doador!

Os hemocentros são locais preparados e higienizados para receber grandes públicos, mas em tempos de coronavírus sugerimos que você:

  • Não cumprimente ninguém com toques, como abraços e apertos de mão
  • Lave suas mãos com água e sabão ao chegar e também ao sair do local
  • Leve álcool em gel e sempre que encostar em algo, passe o produto em suas mãos
  • Evite levar as mãos ao rosto

 

PARCERIA COM CABIFY 

De 20/05 à 18/07 você pode ir doar sangue com a ajuda da Cabify e Credicard! Utilize o cupom DOECREDICARD em viagens pelo aplicativo Cabify com origem e destino até o hemocentro* mais próximo da sua casa e ganhe 100% de desconto na corrida**.

*Consulte os hemocentros participantes CLICANDO AQUI
**Válido somente de segunda à sexta-feira. 
*** Inclua o código DOECREDICARD em letra maiúscula no aplicativo da Cabify
**** O valor máximo das corridas é de R$100,00, tanto para ida quanto volta
***** Esta promoção não é válida para pagamento com dinheiro
****** Realize o agendamento da doação diretamente com o hemocentro antes de realizar a doação  


 

Estados Críticos:

Estado: Bahia
Cidade: Salvador
Hemocentro: Hemoba
Tipo de sangue em estado crítico: Alerta para AB-, AB+ e A- e estado crítico 0+, O-, A+,B+
Como agendar: (71) 3116-5643 ou hemoba.ba.gov.br 
Atualizado em: 03/07/2020

Estado: Ceará
Cidade: Fortaleza
Hemocentro: Hemoce
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas
Como agendar: (85) 3101-2296 ou hemoce.reservio.com
Atualizado em: 06/07/2020

Estado: Goiás
Cidade: Goiania
Hemocentro: Hospital Araújo Jorge - Banco de Sangue
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas, principalmente B+
Como agendar: (62) 3243-7031
Atualizado em: 06/07/2020

Estado: Minas Gerais
Cidade: Belo Horizonte
Hemocentro: Hemominas
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico O+. Estado em alerta O-, B-, A -, A+, B-
Como agendar: Telefone 155, hemominas.mg.gov.br ou APP MG Cidadão
Atualizado em: 09/07/2020

Estado: Paraná
Cidade: Curitiba
Hemocentro: Hemepar
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas 
Como agendar: www.saude.pr.gov.br/doacao
Atualizado em: 09/07/2020

Estado: Pernambuco
Cidade: Recife
Hemocentro: Hemope
Tipo de sangue em estado crítico: EEstado crítico para todas as tipagens sanguíneas (Estão com 80% de diminuição nas doações)
Como agendar: 0800 081 1535
Atualizado em: 09/07/2020

Estado: Rio de Janeiro
Cidade: Rio de Janeiro
Hemocentro: Hemorio
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas
Como agendar: 0800 282 0708
Atualizado em: 09/07/2020

Estado: Rio Grande do Sul
Cidade: Porto Alegre
Hemocentro: Hospital Nossa Senhora da Conceição
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico O+ e O-, Estado de alerta: B+, A+, AB-
Como agendar: (51) 3357-2072
Atualizado em: 08/07/2020

Estado: Santa Catarina
Cidade: Florianópolis
Hemocentro: HEMOSC - Hemocentro Coordenador de Florianópolis
Tipo de sangue em estado crítico: Número reduzido de banco para A-, A+, O- e O+
Como agendar: (48) 3251-9712 / 9711 ou 9713 
Atualizado em: 09/07/2020

Estado: São Paulo
Cidade: São Paulo
Hemocentro: Hemocentro Hospital São Paulo - UNIFESP
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas
Como agendar: (11) 5576-4240 opção 1
Atualizado em: 09/07/2020 

Estado: São Paulo
Cidade: São Paulo
Hemocentro: IBCC Oncologia - Banco de Sangue 
Tipo de sangue em estado crítico: Estado crítico para todas as tipagens sanguíneas 
Como agendar: (11) 3474-4280
Atualizado em: 03/07/2020

Estado: São Paulo 
Cidade: Ribeirão Preto
Hemocentro: Hemocentro de Ribeirão Preto
Tipo de sangue em estado crítico: Todos os tipos de sangue, especialmente O+, O-, AB-
Como agendar: 0800 979 6049
Atualizado em: 09/07/2020 

 

R. Recomendamos não ir em jejum, ressaltamos apenas que no dia da doação evite alimentos gordurosos. Sugerimos um suco e bolacha de maisena ou água e sal. Não se preocupe, após a doação é oferecido um lanche ao doador.
R. O processo para a doação de sangue demora cerca de 40 a 45 minutos, considerando o cadastro inicial, a triagem hematológica, a triagem clínica e a doação de sangue. Nesta última etapa o tempo em média é de 10 a 15 minutos.
R. Os serviços de hemoterapia contam com locais, equipamentos e equipe de profissionais preparados para atender às intercorrências. Algumas recomendações são importantes para que sua doação seja tranquila: dormir bem na noite anterior à doação e evitar bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas, não ir em jejum, evitar o fumo 1 a 2 horas antes da doação de sangue e manter uma boa hidratação em períodos mais secos.
R. A doação de sangue é feita por punção de uma veia, costuma ser minimamente dolorosa.
R. O volume sanguíneo é reposto em cerca de 24 horas, e os glóbulos vermelhos demoram cerca de 45 dias.
R. Não. Por isto é realizado a triagem hematológica que consiste em um teste simples e rápido para avaliar se possui a quantidade mínima segura de sangue para doação.
R. Não. Seguindo as orientações antes e após a doação de sangue, não irá afetar a sua capacidade física de recuperação. Neste caso entre em contato com o serviço de hemoterapia e informe que fez a doação nos últimos 15 dias e os sintomas que está apresentando.
R. A bolsa de sangue segue um fluxo complexo mas importante para garantir que chegue ao paciente com máxima segurança. Uma parte da amostra coletada na doação de sangue é encaminhado para realização de exames como a tipagem sanguínea, exames de testes sorológicos e de detecção viral das doenças que podem ser transmitidas por transfusão de sangue. Enquanto os exames são realizados, a bolsa de sangue passa por um processo de tratamento para garantir qualidade e tempo máximo de armazenamento. Este processo é conhecido como fracionamento, onde partes importantes do sangue são devidamente separados, pois cada uma delas, podem ser armazenadas de forma diferente garantindo o produto no momento da transfusão. As 3 partes importantes do sangue são: concentrado de hemácias (armazenado por até 45 dias em geladeira especifica), plasma (armazenado por até 1 ano congelado) e concentrado de plaquetas (armazenado por até 5 dias em temperatura ambiente controlada).
R. A recomendação do tempo mínimo entre as doações é de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres, é nos casos em que o doador fez uma doação recente e é solicitado por algum familiar ou amigo para doar novamente. Recomendamos para os doadores de sangue regulares, que o façam de 2 a 3 vezes ao ano, o máximo para os homens é de 4 doações e para mulheres 3 doações por ano.
R. Não se recomenda fazer a doação de sangue para pacientes em tratamento para qualquer tipo de câncer.
R. Não se recomenda fazer a doação de sangue para pacientes em remissão do câncer.
R. Sim. Mas precisa aguardar por 15 dias após a data da vacinação
R. A vacina da febre amarela é de vírus atenuado. Recomenda-se a doação 4 semanas após a vacinação.
R. A tatuagem é um procedimento invasivo, mesmo realizado de forma segura, há a lesão de pele e que pode aumentar o risco de contaminação por agentes infecciosos, sendo que o próprio processo da tatuagem pode levar à infecção. Desta forma recomenda-se a doação dias após a realização da última tatuagem.
R. A menstruação não é contraindicação para a doação de sangue, algumas candidatas à doação de sangue, podem apresentar um volume menstrual muito alto, e isto pode diminuir a quantidade de sangue e a triagem hematológica pode bloquear a doação momentaneamente. A doadora então é orientada a doar posteriormente.
R. O uso de corticoide tem ampla indicação médica. Alguns tratamentos para doenças como o linfoma inclui o uso de corticoide, porém as causas mais comuns são doenças reumatológicas, outras doenças autoimunes e alergias. Nos casos de linfoma e doenças reumatológicas e outras doenças autoimunes o doador está inapto definitivamente e nos casos de apenas ser alérgico, a doação poderá ser realizado quando não estiver em uso do medicamento. Nos casos mais graves de doenças de causa alérgica como asma brônquica grave e antecedente de choque anafilático a inaptidão é definitiva.
R. Depende da indicação e do grupo de medicamento. Os medicamentos antidepressivos não contraindicam a doação, porém deve passar por uma avaliação médica. Nos casos de antipsicóticos como o haloperidol e clorpromazina, por exemplo, a doação é permitida 7 dias após a sua suspensão e com avaliação do médico do paciente. No caso de ansiolíticos a doação é contraindicada nos casos de doses elevadas.
R. Não se recomenda a doação de sangue para pacientes com linfoma mesmo em remissão da doença.
R. Não, a doação de sangue é um processo seguro e não traz alterações na consistência do sangue, ou seja não afina e nem engrossa o sangue.
R. O sangue raro é determinado pela frequência na população de acordo com algumas características como o tipo sanguíneo e o fator RH (Rhesus). Neste caso o fator RH negativo de qualquer tipo de sangue é menos frequente na população, o que o torna raro.
R. Só poderá ser doador de sangue 12 meses após colocar o piercing. Se possuir piercing na cavidade oral e/ou genital, devido ao risco de infecções, não poderá doar sangue. Neste caso poderá se candidatar a doação de sangue 12 meses após a sua retirada.
R. As plaquetas são células produzidas pela medula óssea e tem a importante função de evitar os sangramentos e conter as hemorragias, nos casos de ferimentos. Pacientes com doenças como as leucemias precisam frequentemente de transfusão de plaquetas durante o seu tratamento quimioterápico. Além disto as plaquetas são utilizadas em muitas cirurgias nos hospitais e serviços de urgência e emergência. Durante a doação de sangue, os serviços de hemoterapia preparam o sangue através de vários processos de tratamento, e que separa o sangue em 3 partes importantes: o concentrado de hemácias (que contém os glóbulos vermelhos), o plasma e o concentrado de plaquetas. Na maioria das vezes as plaquetas obtidas desta forma é insuficiente para atender toda a demanda e por isto mesmo, os serviços de hemoterapia oferecem uma forma especial de doação de sangue por um método conhecido como aférese. Na aférese durante a doação, o sangue é transferido para uma máquina especial que faz a separação imediata das plaquetas. As plaquetas coletadas desta forma são recomendadas para se utilizar nos pacientes com leucemias em tratamento quimioterápico ou durante o transplante de medula óssea.
R: A gestação é motivo de inaptidão temporária para doação de sangue. Após 12 semanas após o parto é que poderá voltar a ser doadora de sangue.
R. Não, mas saber que você pode ajudar alguém deve ser uma sensação boa não é?
R. Nos casos de qualquer tipo de infecção recomendamos que aguarde 2 semanas após a total recuperação.
R. Precisa aguardar 2 semanas após o fim do tratamento e desaparecimento dos sintomas.
R. Sim você tem razão, o Ministério da Saúde recomenda evitar aglomerações. Caso o transporte público utilizado esteja com muita gente, recomendamos outro tipo de transporte como taxi, e transporte por aplicativos.
R. Algumas recomendações são importantes para que sua doação seja tranquila: dormir bem na noite anterior à doação e evitar bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas, não ir em jejum, evitar o fumo 1 a 2 horas antes da doação de sangue e evitar doar sangue, manter uma boa hidratação em períodos mais secos.

 

Realização:

Parceiros:

logos hemocentros02

Apoio:

logos apoio 04

 

 

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

logo rodape parceria social v02