Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

mieloproliferativas

Data de criação: 11 Abril 2016 Last modified on 11 Abril 2016

Tratamento - Trombocitemia Essencial

Quando o paciente não apresenta sintomas e o especialista entende que o risco de complicações é baixo, será necessário apenas o acompanhamento médico frequente.

 

Medicamentos

Caso o paciente apresente um quadro  mais complicado, com risco de trombose, por exemplo, o uso de medicamentos que reduzem as plaquetas será preciso.

O quimioterápico Hidroxiureia (via oral) é um dos medicamentos utilizados, com o objetivo de diminuir a quantidade de plaquetas. Mas não se assuste, porque diferente da quimioterapia, que engloba um conjunto de medicamento para eliminar todas as células doentes, este fármaco não causa tantos efeitos colaterais. Alteração do paladar e náuseas são alguns deles. Mas saiba que existem alternativas para amenizá-los. A nutrição é uma importante aliada na melhora de cada um deles, e por isso a Abrale fez uma seleção de alimentos que vão te ajudar bastante neste momento.    

O Anagrelide é outra alternativa. Trata-se de outro quimioterápico (via oral) que diminui a formação de plaquetas, mas também não mata as células saudáveis. Os efeitos colaterais são bem parecidos, incluindo apenas dores de cabeça (enxaqueca).  

Já o Interferon alfa, também usado com o intuito de reduzir o número de plaquetas, é menos indicado. É administrado com injeções intramuscular ou subcutânea e os efeitos costumam ser mais intensos, incluindo gripe e depressão.

Alguns médicos ainda indicam o uso de Aspirina em baixa dosagem por acreditarem que possa ajudar a diminuir o risco de trombose.

Todos os medicamentos são aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A Abrale oferece gratuitamente Apoio Jurídico a todos os pacientes do Brasil. Se você está enfrentando alguma dificuldade em seu tratamento, não hesite em nos contatar!

 

Plaquetaferese

Em algumas situações, quando é preciso reduzir rapidamente o número de plaquetas na corrente sanguínea, alguns especialistas indicam a plaquetaferese, um procedimento parecido com a diálise. Por meio de uma máquina, o sangue é filtrado, separando as plaquetas e devolvendo ao paciente os demais componentes do sangue em condições normais.

 

Acompanhamento médico

Por ser uma doença crônica e apresentar riscos importantes, como o de trombose, é fundamental que o paciente tenha um acompanhamento médico (manutenção) rigoroso.

Converse sempre com seu médico, questione sobre seu quadro, o tratamento e as respostas que está obtendo. Sinta-se à vontade para falar sobre tudo. E siga à risca os cuidados indicados pelo especialista, sempre.

 

 

Vídeos de Mieloproliferativas

Certificados

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

Hospedagem Voluntária

hostgator